portfolio          info           bio         contact



Copa das Montanhas Mágicas

Magic Mountains Cup
2013






organizada por Breno Silva, Maíra das Neves e Antônio Lili Mendonça
residência artística Habitat, Terra Una, Liberdade/MG, Brasil
curadoria de Beatriz Lemos

catálogo online




fotos de Aline Couri, Nina La Croix, Wellington Cançado e Maíra das Neves








Sobre a 1ª Copa das Montanhas Mágicas, 2013


Na comunidade de Quirinos – bairro rural de Liberdade-MG com cerca de 30 moradores, um típico estilo de vida do interior, muita tranquilidade e cercado por vegetação e cachoeiras de rara beleza – formou-se, há alguns anos, um time muito bom de futebol feminino.

As moradoras locais gostavam de se reunir para momentos de descontração nos fins de semana. Mas, por falta de espaço físico para continuar jogando, o time acabou por se desfazer.

Nós, Maíra das Neves, Breno Silva e Antonio Mendonça (Lili) nos juntamos para desenvolver atividades com os moradores de Quirinos, por meio do projeto Habitat, um projeto de residência artística na ecovila Terra Una.

Na tentativa de reativar o espírito de união e descontração que surgia com a prática do futebol, visitamos o Seu José do Manuel, morador local e responsável técnico pelo time feminino, e conversamos sobre a possibilidade de organizarmos juntos um campeonato com times da região. O torneio se chamaria 1ª Copa das Montanhas Mágicas.

Assim, seria preciso reativar os times de Quirinos e montar os de Terra Una. Seu José do Manuel se encarregou de convocar as jogadoras e jogadores de Quirinos enquanto, do outro lado, começava a formação dos times de Terra Una. Lili chamou também as equipes masculinas de Barreiros e Augusto Pestana para compor as chaves da semi-final.

Para inaugurar a iniciativa, os times feminino e masculino de Terra Una e Quirinos jogaram uma partida amistosa no dia 18 de maio.

Sr. Pedro, filho de Dona Mundinha – uma das moradoras mais antigas da comunidade de Augusto Pestana, cedeu o espaço para a Copa: um belíssimo campo gramado entre as montanhas. E Seu José do Manuel, que além de técnico de futebol é também ferreiro, fez os troféus das equipes vencedoras a partir do formato das foices que ele faz.

Nos dias 06 e 07 de julho de 2013, a Copa das Montanhas Mágicas movimentou as comunidades de Quirinos, Augusto Pestana, Carlos Euler e Soberbo (Liberdade/MG) e trouxe jogadores do Rio de Janeiro e de São Paulo para compor os times de Terra Una.

O time feminino de Terra Una se formou na cidade do Rio de Janeiro. As garotas passaram a treinar duas vezes por semana, por dois meses, aprendendo umas com as outras e ganhando dicas fundamentais de amigos que vinham participar das peladas. Durante muitos treinos, a grande dificuldade era a de conseguir espaço – o mesmo problema encontrado pelo time de Quirinos anteriormente. Na cidade, as quadras disponíveis estão sempre ocupadas, mas as jogadoras aprenderam, aos poucos, as artimanhas para conseguir treinar.

Já a equipe masculina de Terra Una se formou nas vésperas dos jogos, sem treino prévio ou entrosamento, o que comprometeu a performance da equipe apesar do empenho e do bom futebol de Valdinei e seus irmãos.

No jogo feminino, venceu Quirinos de virada contra Terra Una, numa emocionante partida, com placar de 3 x 2. A final masculina entre Quirinos e Terra Una teve um placar de 6 x 0 para Quirinos. Foi com muita alegria que as participantes do jogo comemoraram e confraternizaram ao final.

O projeto Habitat alcançou o objetivo de resgatar e dar continuidade
ao espírito de união entre as participantes dos times, pois as jogadoras
pretendem continuar treinando e participar de outros jogos,
fortalecendo assim os laços de amizade e companheirismo entre elas, tanto em Quirinos como nas quadras de grama sintética e cimento do Aterro do Flamengo.


Lili, Maíra e Breno, inverno de 2013